segunda-feira, 19 de julho de 2010

tao perto e tao longe

Segura-te bem a essa corda que teima baloiçar. Agarra-a com força e não olhes para o que ficou para trás. Não o faças, não antes de conseguires sentir o pé firme. Nada passa como o vento nem nada fica como o céu. Por isso vamos ficando com o nos resta e sermos felizes com o que temos, deixando o vento levar aquilo que nos faz mal e permitindo ao céu  mostrar-nos o que queremos ter por perto para nos sentir mais seguros. Ainda que seja bem de longe faz falta vê-lo para abraçar com o olhar a estrela que brilha lá longe... assim é bem mais fácil continuar caminho!
Assim é possivel sentir a presença que precisamos! Ao menos assim...

Tao longe e tao perto!

Sem comentários:

Enviar um comentário